Guilherme Revitto

A-4 viabiliza construção da usina Solar Água Vermelha

Construção será feita juntamente à da planta do Complexo Solar Boa Hora. Projetos somam acréscimo de 180 MWp à capacidade instalada da empresa

​A AES Tietê venceu no leilão regulado de energia solar, o A-4, e fechou a contratação do projeto Solar Água Vermelha, com 94 MWp de capacidade instalada, a um preço de R$ 145,96 o megawatt hora. O investimento será de aproximadamente R$ 280 milhões. A previsão para início das obras é no segundo semestre de 2018.

A planta Solar Água Vermelha será construída em conjunto com o Complexo Solar Boa Hora, que teve sua aquisição concluída em novembro de 2017 e tem capacidade instalada de 91 MWp. Juntos, os dois projetos somam 185 MWp ao parque gerador da AES Tietê. Ambos serão construídos no mesmo site, próximo à Usina Hidrelétrica de Água Vermelha, maximizando a sinergia entre os empreendimentos.

As usinas também terão um ganho significativo na questão operacional, já que toda a sua operação será centralizada e automatizada, por meio do novo Centro de Operações de Geração de Energia da AES Tietê (COGE), que é o mais tecnológico do país. 

O Complexo Solar Boa entrará em operação até novembro de 2018. No caso da Solar Água Vermelha, a previsão é a de que a usina esteja gerando energia em meados de 2019.