Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Simone Scarchof

Pioneirismo verde: companhia comercializa RECs

Com isso, a AES Tietê ajudará os clientes a comprovarem a compra de energia renovável

​A usina de Água Vermelha, maior hidrelétrica da AES Tietê, com capacidade instalada de 1.396 MW, acaba de ser certificada com o selo I-REC (Renewable Energy Ceritificates), do International REC Standard, emitido, no Brasil, pelo Instituto Totum. A partir de agora, também pode comercializar os RECs para clientes que já compram energia da companhia, o que a torna a primeira empresa do Brasil a disponibilizar um escritório para transação de RECs, diretamente com os clientes interessados.

De acordo com o Instituto Totum, esse já é um mercado consolidado no exterior. Na Europa, por exemplo, em 2016, foi comercializado um volume de 400 milhões de RECs, movimentando em torno de 200 milhões de euros.

Por meio do REC, os clientes da AES Tietê poderão confirmar a rastreabilidade da compra da energia renovável. “Alguns fundos, principalmente, europeus, só investem em empresas que compram energia renovável. Com o I-REC, nossos clientes poderão evidenciar esse uso”, explica Ítalo Freitas, presidente da AES Tietê.
Cada I-REC equivale a 1 MWh de energia e, anualmente, a AES Tietê dispõe de 6,5 milhões desses certificados para vender. “Nosso foco é em clientes de médio e grande portes. Vemos potencial, por exemplo, em companhias que precisam embasar suas estratégias de sustentabilidade e de zero emissões de carbono, referentes ao consumo de energia”. 

Segundo Freitas, a ideia principal da AES Tietê não é gerar receita, mas, sim, agregar ainda mais valor aos negócios dos clientes. “Queremos ser reconhecidos como o principal parceiro de soluções inovadoras de energia de nossos clientes e acionistas. Então, temos trabalhado para nos consolidarmos ainda mais nesse sentido”.

Para os próximos anos, a AES Tietê planeja adquirir a certificação para as outras usinas da companhia.